top of page

CIMQCB realiza Seminário e Assembleia Geral com as cooperadas


Entre os dias 26 a 28 de agosto cerca de 50 quebradeiras de coco babaçu dos estados do Maranhão, Pará, Tocantins e Piauí, que são sócias da Cooperativa Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu – CIMQCB, reuniram-se para participar do Seminário sobre Cooperativismo, Mercados e Cadeia Produtiva do Babaçu e realização da Assembleia Geral da CIMQCB. A atividade foi realizada pela CIMQCB em parceria com o Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu- MIQCB. A programação aconteceu na Casa das Irmãs Beneditinas, localizada no Parque Alvorada I, em Imperatriz- MA.


No domingo foi realizado o Seminário que discutiu a temática: cooperativismo, mercados e cadeia produtiva do babaçu. Durante o Seminário, as sócias de vários grupos produtivos das filias dos quatro estados discutiram novas estratégias de comercialização, aumento da produção, mapeamento de novos mercados, padronização dos produtos para comercialização e inclusão de jovens na linha de produção.



“Foram três dias de grandes aprendizados. Na oficina discutimos e encaminhamos sobre produção, organização das mulheres, importância de trabalhar em união, as responsabilidades de cada uma para o bom funcionamento da cooperativa e comercialização dos produtos. Na Assembleia realizamos a prestação de contas e tratamos de toda a parte administrativa da cooperativa. Dessa forma, nosso objetivo com esta atividade foi para fortalecer o cooperativismo para alcançar uma comercialização forte e de qualidade para as mulheres extrativistas”, declarou Maria do Rosário, presidente da CIMQCB.


Uma novidade que irá incrementar a comercialização dos produtos do babaçu é a implementação da loja física na sede do MIQCB, localizada em São Luís-MA. A inauguração está prevista para este ano de 2023. Outro reforço na comercialização é a da construção da loja online para as vendas do azeite, óleo, biscoitos, artesanato, mesocarpo e outros produtos do babaçu.



“Não é de hoje que o e-commerce (vendas online) tem, cada vez mais, se tornado importante. Nesse sentido, produzimos um projeto com a finalidade de construir uma loja online para a Cooperativa das quebradeiras de coco babaçu. O projeto foi apresentado ao Fundo Babaçu, por meio do 6 Edital do Fundo Babaçu que conta com apoio financeiro do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)”, explicou Flávia Azeredo, assessora técnica da CIMQCB.


O Seminário contou com a contribuição da consultora e especialista financeira em associativismo e cooperativismo, Joseide Batista.


“Achei muito interessante o Seminário anteceder a Assembleia porque a gente resgatou os papeis, as funções, as responsabilidades e a importância da união entre as cooperadas para fortalecer a cooperativa. Foi um momento de muita integração e partilha de conhecimentos e experiencias dos grupos produtivos”, concluiu.



Assembleia Geral – Na segunda-feira (28), foi realizada a Assembleia Geral da Cooperativa Interestadual das Mulheres Quebradeiras de Coco Babaçu (CIMQCB). Na pauta tratou-se sobre: Prestação de contas e balanço contábil do exercício de 2022, destinação das sobras do último ano, critérios para a entrada de novas sócias e eleição e posse do Conselho Fiscal da cooperativa.


Foram eleitas e tomaram posse as conselheiras fiscais efetivas: Francisca Pereira (Tocantins), Maria Evangelista de Sousa (Pará) e Raimunda Nonata de Oliveira (Imperatriz). Já as conselheiras suplentes foram: Maria do Socorro Ribeiro (Piauí), Beatriz Lima Camelo (Mearim-MA) e Sandra Maria Machado Aires Barbosa (Baixada Maranhense).


Atualmente a CIMQCB é composta pelo Conselho Administrativo que inclui a presidente, Maria do Rosário e a Vice-presidente, Helena Gomes, primeira tesoureira, Maria de Fátima, segunda tesoureira, Maria Antônia, primeira secretária Antônia Maria Bezerra e segunda secretária, Maria do Carmo Cardoso. Além do Conselho Administrativo, existe o Conselho Fiscal, cuja eleição e nomeação ocorreu durante a Assembleia.


Durante a Assembleia foram aprovadas por unanimidade a prestação de contas, a eleição do novo conselho fiscal e a leitura da Ata da assembleia.



Durante o evento, a coordenadora técnica do Miqcb, Luciene Dias Figueiredo fez apresentação do Plano Estratégico do MIQCB, onde contem propostas de fortalecimento da CIMQB, com ações estratégicas para os próximos anos.


A CIMQCB - é uma organização de grupos produtivos comunitários formados por mulheres que coletam e processam o coco babaçu nos estados do Pará, Maranhão, Tocantins e Piauí. A CIMQCB foi fundada em 2009 e está sediada em São Luís, Maranhão. As quebradeiras de coco produzem Azeite Tradicional, Óleo Extra Virgem, Farinha de Babaçu (mesocarpo) artesanato, sabonetes, sabão, carvão vegetal, e resíduo para ração animal. São produtos naturais, elaborados sem o uso de conservantes e de agrotóxicos e sem a prática da derrubada e queimada de florestas de babaçu. No entanto, tais produtos necessitam de uma política de preços que seja justa e de um mercado que reconheça sua qualidade, valor e especificidades.


Além das sócias da cooperativa participaram da ação as coordenadoras do MIQCB da Regionais: Imperatriz (Maria José Silva, Luzeny dos Santos e Edileuza Oliveira; Regional Pará (Cledeneuza Maria e Roselice Rodrigues; Regional Baixada Maranhense (Vitoria Balbina Mendonça); da Regional Tocantins, Francisca Pereira, bem como as lideranças Maria Antônia, Emília Alves, Eunice da Conceição, Helena Gomes, Terezinha de Jesus, Maria Querobina Neta, dona Raimundinha e outras lideranças.


49 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page