Curso de capacitação estimula cooperativismo e associativismo das quebradeiras de coco babaçu


Com o objetivo de capacitar e fortalecer grupos produtivos que integram a Cooperativa Interestadual das Mulheres Quebradeiras de Coco Babaçu (CIMQCB) com melhoria nas condições de produção e comercialização, a CIMQCB e o Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB) promoveram, no mês de julho, oficina sobre cooperativismo e associativismo com as quebradeiras de coco babaçu do estado do Tocantins e Maranhão.


A ação faz parte do projeto Paisagens Produtivas Ecossociais (PPP-ECOS), do Instituto Sociedade, População e Natureza – ISPN e a capacitação foi ministrada pelo consultor Mayk Arruda, do Central do Cerrado.



A primeira oficina ocorreu no dia 11/07 (segunda-feira), na Vila Alto Bonito, município de Praia Norte, no estado do Tocantins, onde participaram cerca de 30 mulheres quebradeiras de coco babaçu.


A segunda capacitação ocorreu nos dias 12 e 13 de julho, no povoado Pifeiros, no município de Amarante, no estado do Maranhão. A capacitação encerrou-se com uma linda apresentação da dança “Roda de Lindó”, uma tradição da comunidade.


Durante a capacitação as mulheres foram orientadas sobre a essência do cooperativismo, como funciona e gestão de uma cooperativa, mercado de trabalho, sobre educação financeira, bem como, a importância de cada cooperado para o crescimento coletivo.


A presidente do CIMQCB, Maria do Rosário participou das oficinas e destacou a importância desse tipo de capacitação na valorização dos produtos do babaçu. “O cooperativismo tem uma força enorme, ele é capaz de mudar a vida de toda uma comunidade, pois através do trabalho em cooperação todos se ajudam e têm oportunidades”, destacou.



A coordenadora da Regional do MIQCB de Imperatriz-MA, Raimunda Nonata, declarou que a capacitação foi de extrema importância para o desenvolvimento do trabalho coletivo executado pelas quebradeiras de coco babaçu. “A capacitação foi muito importante para todas nós quebradeiras de coco babaçu porque compartilhamos nossas experiências, além disso, entendemos que a ação de cada mulher vai impactar no resultado do trabalho coletivo”, declarou.


A coordenadora de projetos do MIQCB, Flávia Azeredo participou da ação, assim como as coordenadoras Regionais do MIQCB do Tocantins: Emília Rodrigues, Maria Helena, Francisca Pereira, Maria Ednalva e a assessora Elizete. As coordenadoras da Regional de Imperatriz: Eunice Costa, Raimunda Nonata, Terezinha e a assessora Wcélia também participaram das capacitações.



45 visualizações0 comentário