top of page

Fundo Babaçu realiza oficina em Gestão de Projetos para organizações contempladas no 7º Edital, no Piauí


As cinco organizações sociais do Estado do Piauí que foram contempladas pelo Fundo Babaçu, do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu- MIQCB, recebem capacitação em Gestão de Projetos. A ação aconteceu nos dias 30 e 31 de janeiro, na escola CETI - José Nogueira de Aguiar, em Esperantina- PI. Participaram representantes de organizações dos municípios de Esperantina, Floriano, Elizeu Martins e Antônio Almeida. Ao todo, o Fundo Babaçu está destinando mais de R$ 200 mil (recurso não reembolsável) para apoiar projetos socioambientais no Estado.


O objetivo da oficina é contribuir e orientar as lideranças e gestores para executar todas as etapas do projeto como: prestação de contas, relatórios narrativos e financeiros, práticas e procedimentos para boa gestão, bem como, monitoramento, avaliação e visibilidade.



“As quebradeiras de coco têm o direito de participar de políticas sociais. Para garantir e contribuir com o bem viver das famílias de comunidades rurais, nós do MIQCB desenvolvemos o Fundo Babaçu que tem o propósito de atuar para a conservação dos babaçuais diretamente associada ao fortalecimento e reconhecimento dos modos de vida sustentáveis dos povos e comunidades tradicionais”, frisou Maria Alaides, coordenadora geral do Miqcb.


Os projetos socioambientais selecionados vão desde capacitações, intercâmbios, ações de combate à violência contra a mulher, fortalecimento aos grupos produtivos de quebradeiras de coco babaçu como aquisição de equipamentos, capacitações, aumento da produção e comercialização. A capacitação foi ministrada pela Secretária do Fundo Luciene Dias Figueiredo.

O Fundo Babaçu é uma iniciativa do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu- MIQCB e tem como objetivo promover o acesso a recursos de caráter não reembolsável para a ampliação em projetos socioambientais e de inclusão socioprodutiva por grupos comunitários e organizações de base. Até o momento o Fundo Babaçu recebe apoio financeiro da Fundação Ford, Fundo Amazônia/BNDES e The Thenure Facilite.


Desde sua criação em 2013, o Fundo Babaçu já lançou sete editais propiciando o acesso de mais de R$ 2,1 milhões para grupos e organizações comunitárias de quebradeiras de coco babaçu e agricultores familiares nos estados de atuação do MIQCB: Maranhão, Pará, Tocantins e Piauí.


INTERCÂMBIO - Na quarta-feira, 31, o grupo participou de intercâmbio nas comunidades Tapuio e Fortaleza III, em Esperantina. São grupos produtivos que já executam projetos financiados pelo Fundo Babaçu. Na comunidade Tapuio foram visitados grupos de mulheres que trabalham com a produção de bolos, e na comunidade Fortaleza III os participantes conheceram a unidade produtiva de mesocarpo e azeite do coco babaçu. A unidade recebeu apoio do Fundo Babaçu para ampliação e melhoramento da estrutura do espaço e, durante a visita as mulheres realizaram a entrega de azeite e mesocarpo para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) CONAB.





Para Helena Gomes, diretora da Cooperativa CIMQCB) e Associação de Mulheres Trabalhadoras do Coco Babaçu da Micro Região do baixo Parnaíba Piauiense – AMTCOB, mostrar os frutos do Fundo Babaçu é muito gratificante. “Estamos muito contentes em poder compartilhar nossa experiência com várias companheiras que vivem do babaçu. Mostramos com muita alegria a forma como nos organizamos para produzir, comercializar e, acima de tudo, com o Fundo Babaçu nos ajudou a conseguir muitas conquistas”, frisou.

 

- Organizações contempladas pelo Fundo Babaçu no Piauí:


  • Cooperativa Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu-CIMQCB, filial Piauí

  • Associação de Mulheres Artesãs de Esperantina -AMAE, em Esperantina

  • Associação de Mulheres Trabalhadoras do Coco Babaçu da Micro Região do baixo Parnaíba Piauiense – AMTCOB, em Esperantina

  • Cáritas Diocesana de Floriano. Organização beneficiada: comunidades Brejão, Formiga, Pau Ferrado, Bananeira, Pindaíba e PA Beleza, município de Antônio Almeida

  • Associação dos Pequenos Produtores da Comunidade Chupeiro-A.P.P - Organização Beneficiada: Grupo Produtivo Quebradeiras da Floresta-QueFlor, município Elizeu Martins


BAQUELI- Durante a Programação, no dia 29, a coordenadora do projeto “Babaçu Livres e Quebradeiras Livres-BAQUELI”, Renata Cordeiro conduziu a reunião de nivelamento do projeto onde foram apresentadas as linhas gerais do projeto, com destaque para área de abrangência; fortalecimento do modo de vida das quebradeiras de coco babaçu; gestão dos territórios coletivos; Lei Babaçu Livre; formações nas áreas política, jurídica e de comunicação popular; Fundo Babaçu e outros temas.

16 visualizações0 comentário

Kommentare

Kommentare konnten nicht geladen werden
Es gab ein technisches Problem. Verbinde dich erneut oder aktualisiere die Seite.
bottom of page