top of page

Miqcb elege nova coordenação no IX Encontrão das Quebradeiras de Coco Babaçu


Entre os dias 12 a 14 de julho de 2023, o Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu-MIQCB reuniu mais de 300 mulheres e parceiros no IX Encontrão das Quebradeiras de Coco Babaçu, realizado na Escola Manoel Vicente de Sousa, em Augustinópolis-TO. Cânticos, danças e muita animação marcou o evento que teve como objetivo trocar experiências, debater diversos temas que impactam diretamente o modo de vida dessas mulheres e para realizar a eleição da nova coordenação do MIQCB para os próximos quatro anos.


A coordenadora geral do Miqcb, Maria Alaídes falou da importância do IX Encontrão para as quebradeiras de coco babaçu dos estados do Maranhão, Pará, Tocantins e Piauí.


“Estamos aqui neste momento expressando nossa alegria e nosso agradecimento a todas as Regionais do MIQCB que colocaram suas mãos enquanto construtora desse grande evento aqui no Tocantins. Nós enquanto quebradeiras de coco babaçu estamos assumindo a nossa identidade, a nossa missão, discutindo pontos relevantes como: racismo ambiental, cultural, institucional, produção, comercialização, educação contextualizada, a institucionalidade deste grande movimento e outras temáticas”, frisou.



A programação incluiu oficinas, palestras, prestação de contas da gestão e planejamento estratégico 2024 a 2028, feira agroextrativista das quebradeiras e a eleição da nova coordenação do MIQCB para os próximos quatro anos.


Para a coordenação geral, Maria Alaídes foi reconduzida ao cargo para mais quatro anos. Assumem a coordenação executiva as companheiras: Maria Ednalva Ribeiro (Regional Tocantins e vice- coordenadora), Cledeneuza Maria Bizerra Oliveira (Regional Pará), Marinalda Rodrigues da Silva (Regional Piauí), Vitoria Balbina Torres Mendonça (Regional Baixada Maranhense), Maria José Silva (Regional Imperatriz), Maria de Fátima da Silva Almeida (Regional Mearim/Cocais).


Confira abaixo a nova coordenação:



Um dos destaques do evento foi a feira de produtos agroextrativista das quebradeiras de coco babaçu. Em apenas seis horas de comercialização na Feira Agroecológica das quebradeiras de coco babaçu, foram movimentados mais de R$ 5.000,00 mil reais em vendas. Foram comercializados azeite, óleo, biscoito, mesocarpo, artesanato e outros produtos do Babaçu.


É um prazer muito grande está aqui com as cooperadas da CIMQCB- Cooperativa Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu, que além de estar participando do IX Encontrão estão também vendendo seus produtos para os participantes, para os convidados, parceiros e para as famílias daqui de Augustinópolis”, declarou Maria de Fátima, diretora financeira da CIMQCB.





A quebradeira de coco Ednalva Ribeiro, que foi eleita para coordenadora executiva da Regional Tocantins e vice-coordenadora do Miqcb, falou sobre as responsabilidades na continuidade dos trabalhos na nova gestão. “Trabalhar unido com todas as Regionais Pará, Piauí, Tocantins e Maranhão, organizando o Movimento, as quebradeiras juntamente com vários movimentos de povos e comunidades tradicionais. Estamos aí para trabalhar em conjunto”, afirmou.


A Regional Baixada Maranhense terá a primeira indígena como coordenadora executiva. “Orgulho de ser uma indígena coordenadora do Movimento das quebradeiras de coco babaçu. É uma responsabilidade muito grande, mas me sinto fortalecida para trabalhar junto com as companheiras em busca de melhorias e bem viver nos nossos territórios, na preservação dos nossos babaçuais e da sociobiodiversidade”, reiterou Vitória Balbina.


Durante a programação foi entregue a carta política do IX Encontrão Interestadual Das Quebradeiras De Coco Babaçu para Ana Carolina, coordenadora geral da subsecretaria de Mulheres Rurais do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar – MDA, Vânia Maramaudo, chefe de gabinete do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra Nacional; Aurielly Painkow, representante do Governo do Estado do Tocantins, Concita da Pindoba, vice-presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional do Maranhão- Consea-MA.


Leia a carta


Carta das Quebradeiras IX Encontrão_Final
.docx
Download DOCX • 337KB

“Estamos recebendo a pauta de reivindicações das mulheres sobre o território, sobre o bem viver das quebradeiras, acesso ao crédito, acesso a mercados e escoação dos produtos. Então a gente está aqui para somar esforços para levar essa carta para Brasília para a subsecretária e para o Ministro do MDA”, destacou Ana Carolina, coordenadora geral da subsecretaria de Mulheres Rurais do MDA.




Representando o Governo do Tocantins, Aurielly Painkow disse: “vim receber das mãos dessas mulheres guerreiras, uma carta de proposituras onde a gente vai levar ao Governo do Estado do Tocantins na busca de atender algumas dessas reivindicações ou pautar isso nas políticas públicas do estado”, finalizou.


O Consea-MA contribuiu no Encontrão não só como participante, mas incluído no processo. “O Consea-MA foi membro da Comissão eleitoral que está elegendo a nova coordenação do MIQCB para os próximos quatro anos, participamos das atividades e também da mesa política deste grande evento”, concluiu Concita da Pindoba, vice-presidente do Consea-MA.


O Encontrão contou ainda com a participação de dois grandes apoiadores do Miqcb: a coordenadora de Justiça Racial e de gênero da OXFAM Brasil, Tauá Pires e Cleber zambarda, gestor do Fundo Amazônia que é gerido pelo BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.





103 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page