top of page

Miqcb inicia atividade de Planejamento, Monitoramento e Avaliação do Projeto Floresta nas Regionais


Entre os dias 14 a 16 de novembro foi realizado, no Rancho dos Padres, em São Domingos do Araguaia- PA, o workshop Babaçu em Pé e Monitoramento Participativo. A atividade foi promovida pelo Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu- MIQCB e a Enraízes Soluções Participativa e teve como objetivo fazer o acompanhamento participativo do Projeto Floresta de Babaçu em Pé e apresentar, para a coordenação do MIQCB e assessorias das Regionais Pará, Tocantins e Imperatriz-MA, os processos de Planejamento, Monitoramento e Avaliação do Projeto.


A programação iniciou com a apresentação dos avanços, componentes, atividades, necessidades e demandas do Projeto Floresta Babaçu em Pé. A apresentação foi feita pela coordenadora do projeto, Anny Linhares.



"O Projeto Floresta de Babaçu em Pé, desde sua retomada em março de 2023, já conquistou grandes avanços: inauguração do Centro de Formação das Quebradeiras de Coco Babaçu, fortalecimento do Fundo Babaçu com lançamento de dois editais na ordem de R$ 1,6 milhão e apoio na realização do IX Encontrão das Quebradeiras de Coco Babaçu, evento que é realizado a cada quatro anos e elege a direção do Movimento”, frisou Anny Linhares.

Na Oficina de finanças foi explanado sobre os procedimentos administrativos e financeiros focados na prestação de contas dos projetos que são apoiados pelo Fundo Amazônia, enfatizando as regras específicas do BNDES- Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. A oficina foi apresentada pela coordenadora administrativa financeira do projeto Floresta, Rafaela Monteiro.


Em seguida a auxiliar administrativa do Fundo Babaçu, Maria Carolina Sampaio, apresentou as ações do Fundo Babaçu desde o início em 2012 até este ano com o lançamento do 6º e 7º Edital na ordem de R$ 1,6 milhão. Os editais foram direcionados para apoiar projetos socioambientais de organizações de apoio, associações e cooperativas. Os projetos aprovados ainda serão divulgados este ano. Além disso, foram apresentados as orientações financeiras e modelos de prestação de contas dos projetos apoiados pelo Fundo Babaçu.



Já a atividade do Monitoramento e Avaliação Participativa foi ministrada pela consultora da Enraízes, Ana Carolina Magalhães. Essa primeira etapa é de coleta de informações para produção do plano de monitoramento, que corresponde a avaliação de meio termo do projeto.


“Fizemos em primeiro lugar uma abordagem sobre o que é o monitoramento, o que é o plano de monitoramento e avaliação, qual é o objetivo e o formato do plano que será trabalhado junto a coordenação e a equipe do movimento. Com essa atividade esperamos construir um instrumento que apoie o movimento na execução do projeto e possa nortear as atividades e alcances”, frisou a consultora.


Projeto Floresta: O Projeto Floresta Babaçu em Pé é financiado pelo Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e tem como objetivo principal apoiar o Fundo Babaçu para seleção e apoio de projetos socioambientais derivados de organizações agroextrativistas nos estados do Maranhão, Tocantins e Pará.

As ações do Floresta de Babaçu em Pé são direcionadas para comunidades tradicionais de mulheres quebradeiras de coco babaçu, que historicamente têm na coleta e quebra do babaçu sua fonte de renda e que, desse modo, dependem da Floresta em Pé para preservar modos próprios de criar, de fazer e de viver.

18 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page