top of page

Miqcb Regional Piauí realiza atividades em comemoração ao Dia Estadual das Quebradeiras de coco



Em comemoração ao Dia Estadual das quebradeiras de coco babaçu, celebrado anualmente em 24 de setembro, o Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu-MIQCB Regional Piauí realizou uma vasta programação em comemoração à data. O tema abordado este ano será “Quebradeiras de coco babaçu na luta pelos territórios, preservação dos babaçuais e de seus modos de vida”.As atividades aconteceram na comunidade Chapada dos Veados, município de São João do Arraial-PI, neste domingo (24), a partir das 8h. participaram cerca de 200 quebradeiras dos municípios da região dos cocais. Na mesa que debateu e divulgou a Lei Babaçu Livre foi composta pela coordenadora executiva do MIQCB, Marinalda Rodrigues, o Defensor Público Federal, Dr. Benoni Moreira, a professora e antropóloga, Carmem Lúcia.



A coordenadora executiva do MIQCB da Regional Piauí, Marinalda Rodrigues explicou que pela Regional são acompanhados 32 comunidades e 12 grupos produtivos distribuídos na produção de mesocarpo, óleo e azeite e após a aprovação da Lei Estadual Babaçu Livre muitas coisas melhoraram para as quebradeiras.


“A aprovação da Lei foi uma conquista muito grande para as quebradeiras de coco babaçu do Estado do Piauí porque muita coisa melhorou. Hoje podemos entrar em qualquer lugar para coletar o babaçu e, com isso, aumentou nossa produção e nossa renda”, frisou.


Na mesa sobre política de comercialização estiveram presentes a presidente da Associação das Mulheres Trabalhadoras do Coco Babaçu-AMTCOB, Helena Gomes, a diretora e tesoureira da cooperativa das quebradeiras - CIMQCB, Maria de Fátima Ferreira, a representante da Secretaria de Estado da Agricultura, Janaina Mendes e o chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Assistência Técnica e Defesa Agropecuária (SADA), Alexandre.

Helenas Gomes do território Fortaleza, município de Esperantina fez uma retrospectiva de vários avanços do Miqcb, dentre eles, os espaços de comercialização.


“Atualmente nós conquistamos vários canais de comercialização, a começar pela criação da nossa Cooperativa Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu-CIMQCB. Outros importantes canais de comercialização são as compras públicas como o Programa de Aquisição de Alimentos e Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade”, destacou Helena.


Participaram ainda das atividades as coordenadoras de base do Miqcb, Maria Lana, Maria de Jesus (Janete) e Klésia Lima, assim como o assessor Regional, Jucelino Silva.





25 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page