top of page

MIQCB Regional Piauí realizou o planejamento do Projeto Jandaíras, uma parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco

Nos dias 16 e 17 de abril, na sede da Cooperativa de azeite e óleo de coco babaçu, no território Fortaleza III, em Esperantina/Piauí, ocorreu o planejamento do Projeto Jandaíras, o Movimento de Quebradeiras de Coco Babaçu, regional Piauí é apoiado pelo Projeto que é uma parceria entre a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e Secretaria de Territórios e Sistemas Produtivos Quilombolas e Tradicionais -SETEQ/MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário e da Agricultura Familiar) e a Coordenação Geral de Etnodesenvolvimento de Quilombolas e Povos e Comunidades Tradicionais – CGGOQ/DEPROT, Governo Federal do Brasil (2023).


O Projeto Jandaíras tem  como objetivo gerar renda e inserir mulheres dos Povos e Comunidades Tradicionais (PCTs) em mercados a partir do desenvolvimento ou melhoria de alimentos, bebidas e artesanatos elaborados com produtos da sociobiodiversidade brasileira em agroindústrias comunitárias ou grupos produtivos, que permitirão agregação de valor, aumento da renda, garantia da segurança alimentar e nutricional e fortalecimento da autonomia das mulheres de povos e comunidades tradicionais para as famílias beneficiadas.


De acordo com Helena Gomes, integrante do MIQCB o planejamento é o momento estratégico para alinhar as atividades da produção de produtos do coco babaçu, como azeite, óleo e mesocarpo. “Nós estamos muito felizes em poder receber os integrantes do Projeto Jandaíras aqui em nosso território, podemos ter a troca de saberes e conhecimento, eles com a prática dos projetos e nós com a prática da produção dos produtos do coco babaçu”, disse.


A jovem Heloísa Oliveira é estudante de engenharia agrônoma da Universidade Federal do Piauí e é também uma das Jovens Agentes do Desenvolvimento Rural Sustentável, do projeto Jandaíras, visto a parceria da UFRPE e a UFPI, o projeto vem para fortalecer a luta das mulheres quebradeiras de coco babaçu. “Para mim é um prazer enorme participar desse projeto, sou neta de quebradeira de coco e não podemos perder essa tradição, essa cultura e estamos aqui para fortalecer a luta dessas mulheres”, disse.


O projeto Jandaíras acontece em 10 estados brasileiros, envolvendo 37 grupos produtivos e agroindústrias familiares de PCTs (Quebradeiras de côco Babaçu, Pescadoras artesanais, Marisqueiras, Catadoras de Mangaba, Quilombolas, Extrativistas, Fundo de Pasto e Indígenas); atendendo um público diretamente de 1100 famílias de PCTs e 37 Jovens Agentes do Desenvolvimento Rural Sustentável, com participação de ONGs, movimentos sociais, Universidades Federais, empresas governamentais e o Governo Federal.





16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page