top of page

Miqcb Regional Tocantins realiza ato em comemoração ao Dia Estadual das Quebradeiras de Coco Babaçu


No dia 07 de novembro é comemorado o Dia Estadual das Quebradeiras de Coco Babaçu, no estado do Tocantins. A data foi celebrada com muita animação nesta sexta-feira (17), no município de Buriti do Tocantins. As comemorações foram organizadas pelo Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu-MIQCB Regional Tocantins e a Prefeitura de Buriti do Tocantins.


A programação incluiu palestras sobre a Lei Babaçu Livre, cuidados e direitos à saúde da mulher, feira com produtos do babaçu, artesanatos, bolos, pães e a tão esperada competição da quebra do coco babaçu.



A coordenadora executiva do Miqcb Regional Tocantins, Ednalva Ribeiro explicou que as comemorações do Dia Estadual das Quebradeiras foram comemoradas no dia 17, mas que a data oficial, por lei, é dia 07 de novembro. “No Tocantins a data é lei, sancionada pelo governo do Tocantins em homenagem a dona Raimunda Gomes da Silva. Uma mulher de fibra, quebradeira, com forte atuação política na luta pela valorização das mulheres quebradeiras de coco babaçu do norte do Tocantins. 7 de novembro de 2018, coincide com a morte dela.”, concluiu.


As quebradeiras das Regionais Pará e Imperatriz no Maranhão também participaram das comemorações. Maria José, coordenadora do Miqcb Regional Imperatriz, no Maranhão, falou da importância de prestigiar as comemorações do Dia Estadual das Quebradeiras de coco do Tocantins. “É com grande alegria que eu estou aqui para participar deste momento porque a história das quebradeiras do Tocantins é a história do Maranhão, do Piauí, do Pará. Por isso a gente se junta para fortalecer a luta das companheiras, porque somos muitas e juntas somos mais fortes”, declarou.



A coordenadora executiva Cledeneuza Maria Oliveira disse que o evento estava muito bonito. “As companheiras do estado do Tocantins estão de parabéns pela realização deste evento muito bonito. A participação e apoio da prefeitura de Buriti do Tocantins e outros parceiros também foram importantes para que este evento fosse um sucesso”, pontuou.


Durante o diálogo da Lei Babaçu Livre, a assessora jurídica do MIQCB, Renata Cordeiro destacou que o Estado do Tocantins é considerado a Caixa d’água do Brasil, possui mais de 123 mil hectares de desmatamento autorizado pelos órgãos ambientais em 2023. Porém, pesquisa do Imazon destaca que 8 entre 10 proprietários que desmataram no Tocantins, o fizeram sem autorização.


Renata destacou ainda que as quebradeiras de coco, através das leis Babaçu Livre atuam em defesa do cerrado e Amazônia, freando derrubada de palmeiras, uso de agrotóxicos e ameaças contra as mulheres. Sem babaçu livre, não há quebradeira livre.



A assessora e coordenadora de projetos do Movimento Sandra Regina falou sobre cuidados e direitos à saúde da mulher e relembrou as conquistas das mulheres com essa temática durante a Marcha das Margaridas, onde na ocasião o presidente Lula assinou decreto que cria o Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios e outras dezenas de decretos que visa o bem viver das mulheres rurais nos seus territórios.


A prefeita, Lucilene Brito, enfatizou a importância do evento e do coco para a região do Bico do Papagaio. Em seu discurso a prefeita parabenizou as quebradeiras pelo seu dia e afirmou que “o babaçu não é importante só para as quebradeiras, mas para toda a sociedade”, frisou.



Participaram do evento as coordenadoras do Miqcb da Regional Tocantins, Maria Silvânia e Edinalva Ribeiro, Maria José (Imperatriz-MA), Cledeneuza Maria, Maria Rodrigues e Roselice Rodrigues (Pará), bem como a liderança Emília Alves, as assessoras do Movimento Elizete Araújo, Renata Cordeiro e Sandra Regina, Anny Linhares, Thainara Lima, Enildo Bizerra.


A atividade contou ainda com a participação da Prefeitura, Associação Regional das Mulheres Trabalhadoras Rurais do Bico do Papagaio - ASMUBIP, Alternativas para a Pequena Agricultura no Tocantins - APATO, SEBRAE, Superintendência do INCRA e STTR Regional e secretarias municipais.




29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page