top of page

Vida das quebradeiras de coco babaçu faz parte da Programação da 17º Primavera dos Museus


Nesta quarta-feira (20), o Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu- MIQCB foi representado pela coordenadora Maria de Jesus, na 17º Primavera dos Museus, um evento nacional que busca celebrar e promover o universo museal em suas diversas vertentes. Este ano, o tema central da Primavera dos Museus é "Memórias e democracia: pessoas LGBT+, indígenas e quilombolas”, ressaltando a relevância de dar voz e visibilidade a grupos historicamente marginalizados. A 17ª Primavera dos Museus iniciou na segunda-feira, 18 e vai até domingo, 24, em todo país.



No Maranhão, o Miqcb participou das programações no Museus Histórico e Artístico do Maranhão, atualmente localizado no Memorial Gonçalves Dias, no Palácio Cristo Rei, situado à frente da praça Gonçalves Dias, no Centro de São Luís- MA. Aqui no Estado, o subtema escolhido pelo memorial: “Traço culto das obras de Gonçalves Dias: interdisciplinaridade e temas geradores”. O Memorial Gonçalves Dias é um espaço que exalta vida e obra do poeta maranhense no Palácio Cristo Rei.


Durante a apresentação, foi apresentado aos estudantes a luta das quebradeiras em defesa dos babaçuais, o modo de vida das mulheres e mostra dos produtos do babaçu. “Foi um momento muito importante porque pude apresentar para os alunos a importância da palmeira de babaçu para as quebradeiras. Apresentei os produtos que produzimos a partir do coco como: mesocarpo, azeite, óleo, sabonete e outros produtos”, declarou Maria de Jesus.


O evento


A Primavera dos Museus é uma ação anual com duração de uma semana que visa a mobilizar museus brasileiros a elaborarem programações especiais voltadas para um mesmo tema, escolhido pelo próprio Ibram (Instituto Brasileiro de Museus). O evento ocorre na semana que inicia a estação da primavera e busca estimular a participação do público, além de criar espaços de reflexão e diálogo.



23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page