MIQCB

Rua São Raimundo, quadra 42, casa nº 09.
Bairro Jardim Eldorado, São Luís - MA

(98) 3268-3357 | 3221-4163

CEP: 65067-272

Intranet

Siga-nos:
  • Facebook - White Circle

Comunidades de quebradeiras de coco de Codó seguem unidas na luta pelo território

5-Dec-2017

1/4

 

“Juntos somos mais fortes” enfatizou o agricultor Valdo Timóteo, da Boa Esperança em relação a proposta de divisão individual do assentamento Novo Horizonte que reúne 09 comunidades, em Codó. O Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco do Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins (MIQCB) provocou reuniões, por meio da coordenação geral, e orientou os moradores sobre a importância de lutarem coletivamente.  Após debates e posicionamentos dos representantes das comunidades, ficou aprovada que a luta pelo território continuará por meio do grupo.
 

“O individual enfraquece a luta pelo território. É importante todos tomarem consciência da importância da luta coletiva pela terra, água, pelo acesso livre aos babaçuais. O MIQCB apoia esta causa e dará o suporte necessário às famílias”, enfatizou Francisca Nascimento, coordenadora geral do Movimento.
 

De maneira respeitosa e compreendendo os votos contrários à luta pelo território coletiva, ficara acertado também que frequentemente os representantes das comunidades estarão se reunindo para debater os problemas de todo o assentamento. Dentre as primeiras pautas escolhidas; dificuldades enfrentadas pelas comunidades que foram contra a luta coletiva. Foi o caso do assentamento Corujão com 53 famílias. De acordo com o Manuel Francisco Alves Lima, “a experiência com a luta coletiva não teve bons resultados devido à falta de entendimento e consciência das pessoas, mas apesar de não sermos a maioria, acredito que possamos ter conquistas importantes”, enfatizou o representante. O Corujão enfrenta dificuldade de regularização fundiária por falta de documentos e acompanhamento da parte do INCRA. O que impossibilita a regularização das terras e a captação de recursos, de qualquer natureza para investimentos na infraestrutura.

 

O Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB), atua no Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins, com o apoio da União Europeia. As ações são direcionadas para o fortalecimento da luta pela existência e implementações das políticas públicas que assegurem e resguardem os direitos das comunidades e povos e tradicionais como as quebradeiras de coco babaçu.

 


Terra produtiva

 

Outra importante orientação repassada pelo MIQCB foi sobre a ocupação produtiva do território. “A primeira preocupação deve ser com a terra e com a posse e não com a divisão desse território. As famílias devem torna-las ainda mais produtivas, por meio do uso quer seja plantando ou com a criações de animais”, enfatizou dona Maria de Jesus Bringelo, a dona Dijé, também coordenadora do Movimento. 
 

Durante a reunião, os participantes contaram também com as orientações jurídicas da assessoria jurídica do MIQCB. O advogado Rafael Silva esclareceu sobre pontos importantes que fortalecem ainda mais a luta pelo território. “É importante a união para que juntos conquistem os direitos garantidos pela Constituição de 1988 aos povos e comunidades tradicionais”, enfatizou Rafael Silva.
 

Além dos representantes das comunidades, participou também da reunião, o governo do Estado do Maranhão, por meio da SAFRA, com Pedro Belo, superintendente de reordenamento agrário familiar e desenvolvimento territorial. As comunidades puderam expor as dificuldades encontradas como a falta de apoio para a construção de açudes na região, a falta de escolas próximas às comunidades (algumas foram fechadas devido aas péssimas condições), a falta de apoio logístico na feira do agricultor, a falta de transporte entre outras. O superintende informou que levará pessoalmente as demandas ao governador Flávio Dino e informou que algumas comunidades estão sendo inseridas em programas como o Escola Digna, Água para Todos e com relação à construção de açudes para a região, adiantou que tentará a liberação de uma força tarefa para a construção dessas estruturas.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Outras postagens

MIQCB coordena trabalhos de reconquista do território na Baixada Maran...

MIQCB lança abaixo assinado contra projeto de lei que incentiva a quei...

Comunidades, com o apoio do MIQCB, coordenam trabalhos de reconquista...

Pela vida das quebradeiras de coco - "Quebradeiras de coco babaçu...

1/3
Please reload