MIQCB

Rua São Raimundo, quadra 42, casa nº 09.
Bairro Jardim Eldorado, São Luís - MA

(98) 3268-3357 | 3221-4163

CEP: 65067-272

Intranet

Siga-nos:
  • Facebook - White Circle

MIQCB apoia o Vidas ameaçadas, atividade que será tema de seminário na UFMA

23-May-2018

“Vidas Ameaçadas – luta e resistência no campo e na cidade” é o tema de seminário que será realizado no próximo dia 29, no Auditório Central da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), a partir das 9h.  Pelo Movimento das Quebradeiras de Coco Babaçu, várias lideranças do Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins já confirmaram presença.

 

Promovido por movimentos sociais, sindicatos e militantes não-centralizados, o movimento tem como objetivo homenagear a Memória e a História de pessoas que deram sua vida pela luta coletiva, por direitos dos povos e comunidades tradicionais ao seu território, terra, trabalho e pão. O seminário também é uma demonstração de que a resistência e a luta persistem, a pesar de tentarem calar a voz daqueles que lutaram e lutam por direitos e dignidade.

 

No Maranhão, somente de 2016 de para cá, mais de 100 militantes sociais estão sob ameaça direta, dos quais 50% já tiveram que deixar suas casas e procurar abrigo em sistemas de proteção. Outros tantos, como Flaviano Pinto Neto, Izídio, Euzébio Kaapor, Cabeça, Humbico, dentre outros, tombaram defendendo seu chão e sua gente.

 

De acordo com a programação do seminário, após a abertura, com música de Joãozinho Ribeiro, será apresentado o filme “Em Busca do Bem Viver”, que conta histórias de populações ameaçadas e suas estratégias de resistência. Em seguida haverá relatos de Vidas Ameaçadas.

 

No período da tarde, será realizado um debate com o tema “Teia de Cuidados/Pedagogia da proteção / Programas de Proteção / Sistema Popular de Autoproteção / Teologia da Libertação”, com a participação da SMDH, Teia dos Povos e Comunidades Tradicionais, Osmarino Amâncio e representante da Teologia da Libertação.

 

Às 16h30, está programada a Romaria “Resistência pela Vida”, em memória a dois grandes marcos de lutas como irmã Dorothy Stang e Pe. Josimo. A romaria sairá da UFMA em direção ao Centro Histórico de São Luís, culminando com um Ato Manifesto, na Praça dos Catraeiros, Praia Grande (ao lado da Casa do Maranhão), seguida de apresentações culturais de resistência.

 

 

Programação:

 

8h30 – 9h – Mística com apresentação do Seminário e música com Joãozinho Ribeiro

 

9h – Filme Em Busca do Bem Viver, que conta as histórias de populações ameaçadas e suas estratégias de resistência

 

10h – Vidas Ameaçadas – relatos das ameaças no campo e na cidade

 

12h – 14h – Almoço

 

14h – 16h – Teia de Cuidados/Pedagogia da proteção / Programas de Proteção / Sistema Popular de Autoproteção / Teologia da Libertação:

– Participação da SMDH, Teia dos Povos e Comunidades Tradicionais, Osmarino Amâncio e representante da Teologia da Libertação

– Debates

 

16h30 – Romaria “Resistência pela Vida”

 

18h – Ato Manifesto (chegada da Romaria à Praça dos Catraeiros, Praia Grande, ao lado da Casa do Maranhão)

– Apresentações culturais de Resistência

Volta das comunidades e demais participantes a suas casas

 

 

 

 

 

SERVIÇO

O QUÊ: Seminário Vidas Ameaçadas – Luta e resistência no campo e na cidade

QUANDO: 29/05/2018

HORA: 9h às 18h

ONDE: Auditório Central da UFMA

Inscrições:

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Outras postagens

MIQCB coordena trabalhos de reconquista do território na Baixada Maran...

MIQCB lança abaixo assinado contra projeto de lei que incentiva a quei...

Comunidades, com o apoio do MIQCB, coordenam trabalhos de reconquista...

Pela vida das quebradeiras de coco - "Quebradeiras de coco babaçu...

1/3
Please reload