MIQCB

Rua São Raimundo, quadra 42, casa nº 09.
Bairro Jardim Eldorado, São Luís - MA

(98) 3268-3357 | 3221-4163

CEP: 65067-272

Intranet

Siga-nos:
  • Facebook - White Circle

Tocantins celebra Dia da Quebradeira de Coco Babaçu em homenagem a dona Maria Raimunda

7-Nov-2019

 

Há exatos 365 dias, a comunidade de Sete Barracas, no Tocantins vivenciava um dos seus momentos mais tristes; a despedida de dona Maria Raimunda, liderança na quebra do coco babaçu, uma das fundadoras do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu e reconhecida internacionalmente pelo trabalho de valorização e garantia dos direitos da mulher. Uma data que, assim como a sua luta, será lembrada na vida de milhares de pessoas, pois, a partir desse ano, todo 07 de novembro será celebrado no Estado, o dia da Quebradeira de Coco Babaçu.

 

As comemorações não param por ái! No próximo dia 29 de novembro, na comunidade Olho D´agua do Coco,  município de Sítio Novo do Tocantins  será lançado o livro “Dona Raimunda do Coco. Uma Palmeira em Nossa Vida”. Um resumo  da grandeza da luta de centenas de mulheres que fizeram da exclusão a elas imposta, um levante que mudaria a vida de outras centenas de Quebradeiras de Coco Babaçu.

 

No livro o autor busca mostrar com cantos e poesias, pontos importantes dessa trajetória na pessoa de dona Raimunda Gomes da Silva, conhecida como Raimunda do Coco e Padre Josimo Morais Tavares, dois exemplos de coragem em meio a conflitos e sangue derramado a mando de latifundiários.

No projeto do livro encontra-se o coordenador, Milton Teixeira Santos Filho, a equipe de redação: Dinaira Carvalho Silva, Kayla Pacheco Nunes, Vanilde Ribeiro de Andrade, organizando as ilustrações, Paulo, e os agradecimentos especiais a toda equipe da Escola Estadual Raimundo Nonato Leite: Auristela Barros dos Santos Teixeira (Diretora), Luciana Rodrigues da Silva (Coordenadora Pedagógica), Luciana Brito de Oliveira (Orientadora Educacional) e José Silva Sales (Coordenador Financeiro).

 

Outra lembrança marcante no livro é a história de padre Josimo. Ele  foi um exemplo para todas as lideranças na luta pela terra e defesa das extrativistas e do bem viver. Fazer revolução no campo extrativista e com a força puxada pelas mulheres, e um padre negro trazer a igreja para dentro da trincheira de luta contra a opressão do latifundiário, foi um marco que mudou a atualidade e o futuro de milhares de pessoas na região do Bico do Papagaio no Estado do Tocantins.

 

Sobre dona Raimunda

 

A quebradeira de coco babaçu e líder comunitária, Maria Raimunda, se tornou conhecida no começo dos anos 1990, quando ajudou a criar a associação que representas as artesãs da área e a divulgar os produtos feitos através do babaçu. Ela morreu por complicações da diabetes no fim de 2018 quando estava em casa no povoado Sete Barracas, no município de São Miguel do Tocantins. Dona Raimunda tinha 78 anos e ajudou as mulheres a conquistarem seus direitos e divulgou intensamente a cultura da quebra do coco babaçu.  Ela chegou a ser indicada ao prêmio Nobel da Paz. Bravamente e com delicadeza, se posicionou politicamente em uma das regiões mais violentas do país em termos de conflitos de terra, o Bico do Papagaio.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Outras postagens

MIQCB coordena trabalhos de reconquista do território na Baixada Maran...

MIQCB lança abaixo assinado contra projeto de lei que incentiva a quei...

Comunidades, com o apoio do MIQCB, coordenam trabalhos de reconquista...

Pela vida das quebradeiras de coco - "Quebradeiras de coco babaçu...

1/3
Please reload