Buscar
  • Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu

PNAE: MIQCB e STTR ocupam Prefeitura Municipal de Viana

Na última sexta-feira (27/09) o Movimento Interestatal de Quebradeiras de Coco Babaçu e o Sindicato de Trabalhadoras e Trabalhadores Rurais de Viana, no Maranhão, se reuniram para deliberar que ações tomar diante do atraso do repasse de recursos do Plano Nacional de Alimentação Escolar, #PNAE, no município.



Como resultado, dezenas de agricultoras, agricultores e quebradeiras de coco acabam de ocupar a sala de espera ao atendimento da prefeitura local e demandam resposta imediata do município sobre a data dos repasses prometidos do Programa.


Os prejuízos em galinhas, melancias, maxixe, quiabo e limão se acumulam nos quintais produtivos dessas agricultoras e agricultores. Durante o primeiro semestre, a Prefeitura Municipal teria dito que os produtos dos agricultores e extrativistas seriam adquiridos pelo Plano Nacional de Alimentação Escolar nos meses seguintes, porém até o momento não houve cumprimento do relatado.


Rosenilda dos Santos, de 59 anos, é quebradeira indígena e criou 200 galinhas para atender ao PNAE. Semana passada ela precisou vender os animais pela metade do preço, porque elas estavam envelhecendo e provocando gastos diários de ração no seu terreiro.


Tal situação tem representado um um prejuízo enorme para os pequenos produtores rurais, afetando diretamente quase 200 famílias, que se agrava muito por conta dos efeitos da pandemia e da evidente crise econômica, provocada por diferentes ações do Governo Federal.


Ao final da ocupação, o grupo foi recebido pela prefeito municipal, mas nada de maneira efetiva foi deliberada. Os agricultores, trabalhadores e trabalhadoras rurais e mulheres extrativistas seguem na espera de providências.


Informações via RAMA

9 visualizações0 comentário